quarta-feira, maio 03, 2006


























Foto:(Sweetcharade)

No fim do olhar, e no dobrar da boca,

Revela-se o Poeta, o ser profundo.
Sorrio a curvatura deste mundo
Com o final das margens da alma louca.

No fim do olhar, e no arquear do riso,
Encobre-se a memória e a vida é esparsa
Pois entre o olhar e a boca surge a farsa...
E o Verbo debruado, que erotizo.

(Manuel Neto dos Santos)



4 Comentários:

Blogger daniel sant'iago disse...

"Pois entre o olhar e a boca surge a..." frase:
Mais vale um olho bonito que tinta esborratada!
Beijo lincado!
daniel

3:22 da tarde  
Blogger lisa disse...

Olha-me nos olhos dirte-ei quem és!..."mesmo esborratados"...
Um olhar e um sorriso rasgado.

3:55 da tarde  
Blogger sugcrasis disse...

O olhar transparece o meu espírito. É meu. Dou-o a toda a gente. E sou um devasso, roubo-o de toda a gente.
Que fazes tu com o teu olhar?
Beijo com o olhar,
Sugcrasis

10:01 da tarde  
Blogger lisa disse...

"Sugcrasis"
Com o meu olhar transpareço as minhas tristezas, as minhas alegrias.
No olhar revela-se quase tudo.

Beijo pestanejado.

10:49 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial