terça-feira, setembro 02, 2008















Autor:(Vazectomia)

Vestígios de ti

permanecem no meu corpo.

E quando me toco

finjo que estás presente

para ter a certeza

que o prazer que sinto

é infinito.

Tenho vício de ti...

(lisa)

3 Comentários:

Blogger pedro disse...

e se a saudade fosse outra coisa...
se não tivesse a dor a que nos habituamos...
se fosse a falta do toque...
se o toque de repente fosse tudo...
e gesto a gesto se descobrisse o mundo..
as vezes parece que a pele cria laços com a pele da pessoa querida...
fica refem dela...
o corpo da por si a pedir o corpo...
o carinho a pedir carinho...
o sonho a pedir sonho...
a ausencia do outrem assume-se como um quase intervalo entre o sonho que já foi e que ainda não aconteceu..
damso por nós na falta do outrem a preencher vazios na memória...
como se o outrem estivesse sempre presente...
como se não se tivesse ido...
como se as nossas células e as da outra passoa estivesserm ligadas...


Lisa belo texto o teu, bela provocação doce...
es intensa como o que escreves... há em ti garra e brilho.
continua

9:20 da manhã  
Blogger Pierrot disse...

Gira a expressão...tenho vicio de ti!
Noutro dia ouvi uma identica: tu avarias-me :-)))
Catita este portugues
Bjos daqui
Pierrot

5:27 da tarde  
Blogger floresta encantada disse...

Ola Lisa,passo a deixar-te um abraço amigo com saudades.Beijo

8:11 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial