quinta-feira, dezembro 11, 2008

















Foto: (Autor desconhecido)

A lágrima que caíu

hoje do meu rosto

não foi por saber

que não ligaste hoje,

nem ontem,

a lágrima que caíu

hoje do meu rosto

não foi por saber

que o nosso amor é impossível,

ou porque estás longe,

ou porque sinto saudade

a lágrima que caíu

hoje do meu rosto

foi sim,

por saber que nunca te vou ter

nos meus braços.

(lisa)

3 Comentários:

Blogger Pedro Antunes disse...

Apetecia-me abraçar-te...
aconchegar-te as lagrimas...
estar ai de facto...
dizer-te como digo as pessoas a quem sinto assim que podem contar com o meu ombro...
brincar contigo e dizer-te que o meu ombro esquerdo é mais fofinho mas que pessoal teima em pedir o direito.... mas oferecer-te os dois...

mas a net ainda não possibilita a materialidade... talvez porque as viagens devam ser feitas passo a passo....
por isso..
fica a vontade ...
fica o facto de poderes contar comigo....
ficam os votos de coragem e de esperança...
fica a certeza de que es especial e que melhores dias irão vir repletos de sonho..

acredita em ti.
eu acredito
nos acreditamos

beijo

10:33 da manhã  
Anonymous PM disse...

Adoro ler as tuas palavras na proporçaõ das saudades que tenho em te ter. Palavras para quê, se o que sinto alguma vez seja possivel de explicar. força para continuares o teu blog cheio de amor e sensualidade.

6:08 da tarde  
Blogger Lu disse...

Querida Lisa, após uma longa ausencia estou de volta e fico feliz por ver como continuas a empregar sensibilidade e paixão nas tuas doces palavras.

Beijo meu

Lu

4:04 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial